Artrite

0
24
visualizações

Artrite é a inflamação em uma ou mais articulações, que são as “juntas” entre dois ossos. Existem mais de 100 tipos diferentes de artrite e suas causas são diversas.

artrite

Tipos
Os principais tipos de artrite são a artrite reumatoide e a osteoartrite (também conhecida como artrose).

Outros tipos mais comuns podem incluir:

Espondilite anquilosante
Artrite gonocócica
Gota
Condrocalcinose
Artrite reumatoide juvenil (em crianças)
Outras infecções por bactéria (artrite bacteriana não gonocócica)
Artrite psoriática
Artrite reativa (síndrome de Reiter)
Esclerodermia
Lúpus eritematoso sistêmico (LES)
Febre reumática.

Causas
A inflamação nas articulações pode ser decorrente de:

Doença autoimune
Trauma
Desgaste geral das articulações
Infecção, geralmente por bactéria ou vírus
Deposito de cristais (metabólica).
A artrite pode resultar em lesão da cartilagem ( um tecido que protege a articulação, permitindo que ela se mova suavemente alem de absorver choques entre os ossos), dos ossos locais, da capsula articular e ligamentos. Quando sua causa e tratada a tempo a articulação volta ao normal. Dependendo da causa isso nem sempre ocorre. Nesses casos, o paciente é diagnosticado com artrite crônica.

Fatores de risco
Alguns fatores são considerados de risco para o surgimento da artrite. Conheça:

  • Histórico familiar: algumas famílias tem tendência genética
  • Idade: o risco de artrite aumenta com a idade do indivíduo
  • Gênero: mulheres têm mais chances de desenvolver artrite do que homens
  • Lesões: pessoas que tiveram lesões em articulações anteriormente também têm mais chances de desenvolver artrite no futuro
  • Obesidade: o excesso de gordura no corpo aumenta a pressão sobre as articulações, principalmente nos joelhos e no quadril.

Sintomas de Artrite
Os principais sintomas da artrite costumam seguir um padrão, apesar dos vários tipos diferentes que existem da doença. Eles são:

Dor em articulações
Inchaço nas articulações
Redução na capacidade de mover as articulações
Vermelhidão da pele ao redor da articulação
Rigidez, especialmente pela manhã
Aquecimento ao redor da articulação.

Buscando ajuda médica
Procure um médico se sentir os sintomas acima, especialmente se:

Tiver dor persistente na articulação por mais de três dias
Tiver dor aguda e inexplicável na articulação
Sua articulação afetada estiver significantemente inchada
Você tiver dificuldades para movimentar a articulação
Sua pele ao redor da articulação estiver avermelhada ou quente
Você tiver febre ou tiver perdido peso involuntariamente.

Diagnóstico de Artrite
Primeiramente, o médico fará um exame físico para identificar os locais de dor. Nele, o paciente deverá movimentar as articulações para ver se há alguma lesão.

Em seguida, o médico poderá solicitar alguns exames específicos, como:

Exame de sangue
Exames de imagem, como raios-X, tomografia computadorizada, exame de ressonância magnética e ultrassom para identificar as articulações doentes
Artroscopia, um exame específico para artrite.

Tratamento de Artrite
O principal objetivo do tratamento de artrite é diminuir a dor do paciente e evitar maiores danos no futuro, melhorando as funções das articulações.

O tratamento específico vai depender da causa da artrite. Em geral, ele é feito por medicamentos, como analgésicos, drogas antirreumáticas, corticoides e imunossupressores; por fisioterapia, em que são prescritos exercícios que ajudam a recuperar a função das articulações; e eventualmente por cirurgia como um último recurso, para reconstruir as articulações afetadas ou substituí-la por outra.

Aliada a esse tratamento, uma mudança no estilo de vida deve acontecer também para que o tratamento tenha mais sucesso.

Convivendo/ Prognóstico
Mudanças no estilo de vida são fundamentais como parte do tratamento para artrite. Os exercícios podem ajudar a aliviar a rigidez, reduzir a dor e a fadiga e melhorar a força de músculos e ossos. A equipe médica pode ajudar a elaborar um programa de exercícios que seja o mais adequado para você.

Os programas de exercícios podem incluir:

  • Atividade aeróbica de baixo impacto (também chamada de “exercícios de resistência”)
  • Exercícios de amplitude de movimento para adquirir flexibilidade
  • Treino de resistência para tônus muscular.

A fisioterapia também pode ser recomendada. Isso pode incluir:

  • Compressas quentes ou frias podem ajudar a aliviar as dores
  • Talas ou órteses para dar suporte às articulações e ajudar a melhorar suas posições
  • Hidroterapia
  • Massagem
  • Exercícios de reabilitação.

Confira ainda outras recomendações:

  • Durma o suficiente.Dormir entre oito e dez horas por noite e tirar cochilos durante o dia pode ajudar na melhora da dor auxiliando na recuperação de crises agudas ou cronicas
  • Evite ficar em uma única posição durante muito tempo
  • Evite posições ou movimentos que exerçam força adicional sobre as articulações inflamadas
  • Modifique sua casa para tornar as atividades mais fáceis. Por exemplo, instale corrimões no chuveiro, na banheira e perto do vaso sanitário
  • Faça atividades que reduzam o estresse, como meditação, ioga ou tai chi chuan
  • Tenha uma dieta saudável repleta de frutas e vegetais, que contenha vitaminas e minerais importantes, especialmente vitamina E
  • Coma alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3, como peixes de água fria (salmão, cavala e arenque), linhaça, óleo de canola, soja, óleo de soja, sementes de abóbora e nozes
  • Aplique cremes de pele sobre as articulações doloridas. Você deve sentir uma melhora depois de aplicar o creme entre três e sete dias
  • Se estiver acima do peso, perca peso. A perda de peso pode reduzir muito a dor nas articulações das pernas e dos pés.

Prevenção
O diagnóstico precoce e o tratamento podem ajudar a evitar danos às articulações. Se você tem histórico de artrite na família, informe o médico, mesmo que não sinta dor nas articulações.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui