Sinais e Sintomas do Câncer de Próstata

0
152
visualizações

cancer-de-prostata

O câncer de próstata em estágio inicial geralmente não causa sintomas, enquanto em estágio avançado pode causar alguns, por exemplo:

Micção frequente.
Fluxo urinário fraco ou interrompido.
Impotência.
Vontade de urinar frequentemente à noite.
Sangue no líquido seminal.
Dor ou ardor durante a micção.
Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.
Perda do controle da bexiga ou intestino devido a pressão do tumor sobre a medula espinhal.

Se a doença se disseminou, o homem pode apresentar sintomas como dor nas costas, quadris, coxas, ombros ou outros ossos.

Mas doenças benignas da próstata, como hiperplasia prostática também causam os mesmos sintomas. Dessa forma, é importante manter o médico informado sobre qualquer um desses sintomas para que a causa seja diagnosticada e tratada de imediato.

Principais Dados Estatísticos sobre o Câncer de Próstata

Além do câncer de pele, o câncer de próstata é o câncer mais comum em homens. As estimativas do Instituto Nacional de Câncer, para 2014/2015, são de cerca de 68.800 novos casos de câncer de próstata.

O câncer de próstata ocorre principalmente em homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40 anos. A média de idade no momento do diagnóstico é de cerca de 66 anos.

O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão. Cerca de 1 homem em 36 morrerá de câncer de próstata.

O câncer de próstata pode ser uma doença grave, mas a maioria dos homens diagnosticados com a doença, não morrem por causa dela.
Hiperplasia Prostática Benigna

A parte interna da próstata (ao redor da uretra), continua crescendo quando os homens envelhecem, o que pode levar a uma condição comum denominada hiperplasia prostática benigna. Nessa condição, o tecido da próstata pode pressionar a uretra, provocando problemas na passagem da urina.

A hiperplasia prostática benigna não é câncer e não se transforma em câncer. Mas pode ser um problema clínico importante para alguns homens. Se for necessário tratamento, os medicamentos podem ser utilizados para reduzir o tamanho da próstata ou para relaxar a musculatura, o que geralmente ajuda o fluxo normal de urina. Em alguns casos, pode ser necessária a realização de uma cirurgia, como a ressecção transuretral da próstata.
Perguntas para o Médico sobre o Câncer de Próstata
Algumas sugestões de perguntas a serem feitas:

Qual é o estágio clínico e a graduação no sistema Gleason da doença? O que isso significa?
Qual o estadiamento na doença?
Quais são as minhas opções de tratamento?
Quais são as chances da doença ter se espalhado para outros órgãos? Se isso aconteceu, qual o tratamento que deve ser feito?
Você recomenda mais algum exame? Se sim, qual?
Devo considerar a vigilância ativa como uma opção? Por que ou por que não?
Você recomenda a prostatectomia radical ou radioterapia? Por quê?
Farei radioterapia antes ou após a cirurgia?
Que tipo de radioterapia é indicada para o meu caso?
Que outros tratamentos podem ser recomendados para meu caso? Por quê?
Entre os tratamentos propostos, quais são os riscos ou efeitos colaterais que podem surgir?
Quais são as chances de eu ter incontinência urinária ou impotência?
Existe chance de eu ficar estéril?
Quais são as chances de recidiva da doença?
Devo seguir uma dieta especial? Por quê?
O tratamento afetará minhas atividades diárias?
Quais são as chances de uma recidiva? Se isso acontecer, qual seria a conduta?
Que tipo de acompanhamento que será necessário após o tratamento?
Onde posso encontrar mais informações e apoio?

É muito importante perguntar e esclarecer todas suas dúvidas, a informação é um direito seu!
Possíveis Condições Pré-Cancerosas da Próstata

Alguns médicos acreditam que o câncer de próstata se inicia a partir de uma condição pré-cancerosa denominada neoplasia intraepitelial prostática, embora não se tenha certeza disso.

prostata


Neoplasia Intraepitelial Prostática

Nesta condição, há alterações na forma como as células da glândula prostática são vistas sob o microscópio, pois as células anormais não parecem se desenvolver com as células cancerosas. Baseado em como os padrões das células anormais se parecem, elas são classificadas em:

Neoplasia intraepitelial prostática de grau baixo – O padrão de células prostáticas parece quase normal
Neoplasia intraepitelial prostática de grau alto – O padrão de células prostáticas não é normal.

A neoplasia intraepitelial prostática pode ser encontrada nas próstatas de alguns homens jovens (em torno dos 20 anos de idade).
Quase metade dos homens tem neoplasia intraepitelial prostática quando chegam aos 50 anos.

Muitos homens começam a desenvolver a neoplasia intraepitelial prostática de baixo grau em uma idade precoce, mas não necessariamente desenvolvem câncer de próstata.

A relação da neoplasia intraepitelial prostática de baixo grau com o câncer de próstata ainda não está clara. Se o diagnóstico de uma biópsia mostra neoplasia intraepitelial prostática, o acompanhamento desse paciente é o mesmo como se nada de anormal tivesse sido diagnosticado.

Se foi diagnosticada uma neoplasia intraepitelial prostática de alto grau na biópsia da próstata, existe uma chance de 20% a 30 % da pessoa desenvolver câncer em outra área da próstata. Isso implica que esses homens tenham uma rotina de acompanhamento clínico, inclusive com repetição da biópsia da próstata, principalmente se na biópsia inicial não foram colhidas amostras de todas as partes da próstata.

Atrofia Inflamatória Proliferativa

prostata-anatomiaEsta é outra condição que pode ser reportada em uma biópsia de próstata. Na atrofia inflamatória proliferativa, as células da próstata parecem menores do que o normal, e não existem sinais inflamatórios na região. A atrofia inflamatória proliferativa não é câncer, mas os pesquisadores acreditam que às vezes pode levar à neoplasia intraepitelial prostática de alto grau, ou talvez diretamente ao câncer de próstata.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui